February 10, 2020 / 12:21 PM / 2 months ago

Economistas reduzem expectativa para inflação em 2020 pela 6ª vez seguida

REUTERS/Bruno Domingos

SÃO PAULO (Reuters) - A expectativa para a inflação neste ano foi reduzida pela sexta semana seguida na pesquisa Focus que o Banco Central divulgou nesta segunda-feira, com os economistas mantendo o cenário para a política monetária.

O levantamento semanal apontou que a expectativa para a alta do IPCA passou a 3,25% em 2020, de 3,40% antes. Para o ano que vem, permanece a projeção de alta dos preços de 3,75%.

O centro da meta oficial de 2020 é de 4% e, de 2021, de 3,75%, ambos com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.

A pesquisa semanal com uma centena de economistas mostrou ainda que a taxa básica de juros deve terminar este ano 4,25% e o próximo a 6,0%, sem alterações ante o levantamento anterior. Na semana passada, o BC reduziu a Selic em 0,25 ponto percentual, para a nova mínima histórica de 4,25% ao ano.

No comunicado, a autoridade monetária indicou expressamente o fim do atual ciclo de cortes na taxa básica de juros, em meio à leitura de que os ajustes já feitos ainda vão surtir efeito na economia.

O Top-5, grupo dos que mais acertam as previsões, também vê a Selic a 4,25% este ano, mas manteve a expectativa de que a taxa básica terminará 2021 a 6,25%.

Para o Produto Interno Bruto (PIB), as estimativas de crescimento de 2,30% em 2020 e de 2,50% em 2021 foram mantidas.

Por Camila Moreira

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below