February 25, 2020 / 4:08 PM / in 3 months

EUA dizem que Irã pode ter suprimido "detalhes vitais" sobre surto de coronavírus

WASHINGTON (Reuters) - O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse nesta terça-feira que os Estados Unidos estão “profundamente preocupados” de que o Irã possa ter encoberto detalhes sobre a disseminação do coronavírus, e pediu a todas as nações que “digam a verdade” sobre a epidemia.

“Os Estados Unidos estão profundamente preocupados com as informações que indicam que o regime iraniano pode ter suprimido detalhes vitais sobre o surto naquele país”, disse Pompeo a repórteres, enquanto também criticava Pequim pelo que caracterizou como a censura à mídia e aos profissionais médicos.

“Todas as nações, incluindo o Irã, devem dizer a verdade sobre o coronavírus e cooperar com organizações internacionais de ajuda”, disse ele.

O número de mortes por coronavírus no Irã subiu para 16 nesta terça-feira, o mais alto fora da China, aumentando seu isolamento internacional, conforme nações da Coreia do Sul à Itália aceleraram as medidas de emergência para conter a propagação global da epidemia.

A doença semelhante à gripe já infectou 80.000 pessoas e matou 2.663 na China. Mas a Organização Mundial da Saúde (OMS) diz que a epidemia atingiu o pico e está em declínio desde 2 de fevereiro.

Na semana passada, Pequim revogou as credenciais de três correspondentes do Wall Street Journal em uma coluna que a China disse ser racista, e os Estados Unidos disseram estar considerando uma série de respostas à expulsão.

Pressionado sobre quais medidas o governo Trump poderia tomar, Pompeo se recusou a fornecer detalhes além de dizer que uma ampla gama de opções estava sobre a mesa.

“A expulsão de nossos jornalistas expõe mais uma vez a questão do governo que levou à SARS e agora ao coronavírus - ou seja, a censura. Isso pode ter consequências mortais”, afirmou Pompeo, referindo-se ao surto de síndrome respiratória aguda grave em 2002-2003.

“Se a China permitisse que jornalistas e pessoal médico, nacionais e estrangeiros, falassem e investigassem livremente, as autoridades chinesas e outras nações estariam muito melhor preparadas para enfrentar o desafio” do coronavírus, acrescentou.

Reportagem de Humeyra Pamuk

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below