March 1, 2020 / 3:22 PM / 3 months ago

Itália prepara aumento de déficit para ajudar economia a enfrentar coronavírus

ROMA (Reuters) - A Itália vai colocar em prática nesta semana medidas no valor de 3,6 bilhões de euros para ajudar a economia a suportar o maior surto de coronavírus da Europa, disse o ministro da Economia, Roberto Gualtieri, neste domingo.

Em entrevista ao jornal La Repubblica, Gualtieri disse que isso equivale a 0,2% do Produto Interno Bruto (PIB) e se soma a um pacote de ajuda no valor de 900 milhões de euros anunciado na sexta-feira para as áreas mais afetadas.

Gualtieri disse que o novo projeto incluiria créditos tributários para empresas que reportassem uma queda de 25% nas receitas, reduções de impostos e financiamentos adicionais para o serviço de saúde.

“Quero tranquilizar os italianos de que estamos bem cientes dos problemas e perigos”, disse Gualtieri, acrescentando que, se necessária ajuda adicional, ela terá que vir em nível europeu.

A Itália registrou mais de 1.100 casos confirmados de coronavírus desde que o contágio veio à tona nas regiões ricas do norte em 20 de fevereiro. Pelo menos 29 pessoas morreram.

O ministro da Economia disse que estava confiante de que a União Europeia (UE) aprovaria o aumento proposto na meta oficial de déficit da Itália, acrescentando que os ministros do Eurogrupo conversariam no meio da semana por telefone sobre a situação.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below