for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Mercado passa a ver expansão abaixo de 2% este ano; Top-5 reduz visão para Selic a 3,5%, mostra Focus

10/09/2015 REUTERS/Ricardo Moraes

SÃO PAULO (Reuters) - O mercado passou a ver crescimento econômico abaixo de 2% este ano enquanto o grupo que mais acerta as previsões reduziu a expectativa para a taxa básica de juros tanto neste ano quanto no próximo, de acordo com a pesquisa Focus que o Banco Central divulgou nesta segunda-feira.

O levantamento semanal apontou que a expectativa para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020 agora é de 1,99%, contra 2,17% antes. Para 2021, a conta permanece em alta de 2,50%.

A pesquisa semanal com uma centena de economistas mostrou que a expectativa em geral ainda é de que a Selic termine este ano a 4,25%, mas para 2020 a conta caiu a 5,50%, de 5,75%.

Entretanto, o Top-5, grupo dos que mais acertam as previsões, foi além e reduziu a estimativa para a taxa básica de juros em 2020 a 3,50%, de 4,25%, e para 2021 passou a ver 5,0%, de 5,75% antes.

O BC reduziu em fevereiro a Selic em 0,25 ponto percentual, para a nova mínima histórica de 4,25% ao ano. No início do mês, indicou novo corte ao afirmar que monitora atentamente os impactos do coronavírus nas condições financeiras e na economia brasileira.[nL1N2AW2AR]

Para a inflação, a estimativa de alta do IPCA este ano subiu 0,01 ponto percentual, a 3,20%, enquanto para 2021 continua em 3,75%.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up