April 17, 2020 / 1:36 PM / 4 months ago

Surto de coronavírus alemão está "administrável novamente" após queda de infecções

BERLIM (Reuters) - O surto de coronavírus na Alemanha voltou a ser administrável, já que o número de pacientes que se recuperaram foi maior do que a quantidade de infecções em todos os dias desta semana, disse o Ministério da Saúde nesta sexta-feira.

Ministro da Saúde da Alemanha, Jens Spahn, durante entrevista coletiva em Berlim 17/04/2020 John MacDougall/Pool via REUTERS

A Alemanha tem o quinto maior número de casos de Covid-19, quase 134 mil, ficando atrás de Estados Unidos, Itália, Espanha e França, mas até agora manteve as mortes na cifra relativamente baixa de 3.868 graças aos exames precoces e amplos.

“O surto se tornou —a partir de hoje— controlável e administrável novamente”, disse o ministro da Saúde, Jens Spahn, em uma coletiva de imprensa, acrescentando que o sistema de saúde “não ficou sobrecarregado em nenhum momento até agora”.

Lothar Wieler, presidente do Instituto Robert Koch, disse que a taxa de reprodução ou transmissão do vírus no país caiu para menos de 1 —o que significa que uma pessoa com o vírus infecta menos de uma outra em média.

“Vemos agora que, pela primeira vez, estamos abaixo de 1. Veremos se isso continua estável... pode haver infecções novas a qualquer momento”, disse Wieler, enfatizando que não se deve dar ênfase excessiva aos números da taxa de transmissão.

“Suportamos uma primeira onda muito bem, algo feito através de um esforço conjunto da sociedade, mas isso pode mudar a qualquer momento”, afirmou ele na coletiva de imprensa.

Ressaltando a cautela das autoridades a respeito do surto de coronavírus, o ministro das Finanças, Olaf Scholz, disse: “Precisamos desenvolver uma nova normalidade que nos acompanhará durante muitos meses, e provavelmente entrará no próximo ano”.

Na quarta-feira, a chanceler, Angela Merkel, disse que a Alemanha sairá do isolamento aos poucos com a reabertura parcial das lojas na semana que vem e das escolas a partir de 4 de maio.

O presidente do Instituto Paul Ehrlich, uma agência regulatória de pesquisa e medicina, disse na coletiva de imprensa que testes clínicos de uma vacina começarão em breve no país. Quatro testes já estão em andamento em outros locais, acrescentou.

Um aplicativo de rastreamento do coronavírus estará disponível para os alemães baixarem e usarem em seus smartphones em três ou quatro semanas, disse Spahn.

Reportagem adicional de Douglas Busvine

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below