May 8, 2020 / 11:55 AM / 23 days ago

Mercado de Wuhan teve papel na pandemia, mas é preciso pesquisar mais, diz OMS

GENEBRA (Reuters) - Um mercado atacadista da cidade chinesa central de Wuhan teve um papel no surto do novo coronavírus no ano passado, tendo sido a fonte ou possivelmente um “ambiente amplificador”, disse a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta sexta-feira, pedindo mais pesquisas.

Mulher usa máscara de proteção em Wuhan, na China 11/04/2020 REUTERS/Aly Song

Autoridades chinesas fecharam o mercado em janeiro, parte dos esforços para deter a disseminação de vírus, e ordenaram a proibição temporária do comércio e do consumo de animais silvestres.

“O mercado desempenhou um papel no acontecimento, está claro. Mas qual papel, não sabemos, se foi a fonte ou um ambiente amplificador ou só uma coincidência que alguns casos tenham sido detectados dentro e nos arredores daquele mercado”, disse o doutor Peter Ben Embarek, especialista da OMS em segurança alimentar e vírus zoonóticos que cruzam a barreira entre animais e humanos.

Não ficou claro se animais vivos, vendedores ou clientes infectados podem ter levado o vírus ao mercado, disse ele em um briefing de notícias em Genebra.

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, disse existir “uma quantidade significativa de indícios” de que o vírus veio do laboratório de Wuhan, mas também disse que não existe certeza.

Nenhum indício público ligou o surto ao laboratório de Wuhan, e cientistas disseram que o coronavírus parece ter se desenvolvido na natureza. Um relatório de inteligência da Alemanha questiona as alegações de Pompeo, noticiou a revista Der Spiegel.

Ben Embarek não abordou as acusações.

Ele observou que pesquisadores levaram um ano para identificar camelos como a fonte do vírus da Síndrome Respiratória do Oriente Médio, um coronavírus que surgiu na Arábia Saudita em 2012 e se propagou pelo Oriente Médio, acrescentando: “Não é tarde demais”.

“O que é importante, o que seria de grande ajuda, é capturar o vírus antes de ele se adaptar aos humanos, antes da versão que temos agora. Porque então entenderíamos melhor como ele se adaptou aos humanos, como evoluiu”, disse.

“Em termos de investigações, a China muito provavelmente tem toda a especialização necessária para fazer estas investigações. Eles têm muitos pesquisadores muito qualificados lá.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below