for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
Nacional

Secretário de Saúde do Rio pede demissão um mês após assumir

Pessoas na Praia do Arpoador em meio à pandemia de Covid-19 no Rio de Janeiro 21/06/2020 REUTERS/Ricardo Moraes

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O secretário de Saúde do Estado do Rio de Janeiro, Fernando Ferry, pediu demissão do cargo, cerca de um mês depois de assumir a pasta, e um militar do Corpo de Bombeiros deverá ser o substituto, informou o governo estadual em nota nesta segunda-feira.

“Eu agradeço ao governador por ter me dado esta oportunidade de tentar resolver estes graves problemas que estamos vendo na saúde. Eu só queria dizer mais uma coisa: peço desculpas à população. Mas a única coisa que eu tenho a falar: eu tentei”, disse ele no vídeo divulgado pela TV Globo.

O substituto de Ferry será o coronel médico do Corpo de Bombeiros Alex Bousquet, informou o governo estadual em nota.

Ferry assumiu o cargo em maio após uma série de operações policiais que investigam compras e contratações suspeitas feitas pela pasta da Saúde do Rio Janeiro em meio à pandemia de Covid-19, doença respiratória provocada pelo novo coronavírus, que já infectou mais de 96 mil pessoas e matou mais de 8 mil no Estado.

Nos últimos meses, foram ao menos cinco operações desse tipo que prenderam 22 pessoas.

As suspeitas sobre as compras motivaram a abertura de um processo de impeachment contra o governador Wilson Witzel (PSC) na Assembleia Legislativa do Estado.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up