July 3, 2020 / 6:18 PM / a month ago

Latino-americanos veem reação do Brasil à pandemia como pior exemplo na região, mostra pesquisa

Vista aérea de cemitério em Manaus 15/06/2020 REUTERS/Bruno Kelly

BUENOS AIRES (Reuters) - Uruguai, Paraguai e Argentina são os países latino-americanos que receberam as melhores notas por sua reação ao coronavírus, de acordo com uma pesquisa realizada na região e divulgada nesta sexta-feira, enquanto o Brasil é o que teve o pior desempenho.

O levantamento da consultoria Trespuntozero, ao qual a Reuters teve acesso exclusivo, mostra que, em oito dos 10 países em que o estudo foi realizado, os entrevistados consideraram o Uruguai um dos que melhor controlaram a pandemia.

A sondagem foi feita com 10 mil pessoas distribuídas igualmente em Argentina, Chile, Uruguai, Paraguai, Peru, Equador, Colômbia, México, Costa Rica e República Dominicana. Não foram feitas entrevistas no Brasil.

Questionados sobre qual país da região estava fazendo o pior trabalho em relação à pandemia, 38,54% dos entrevistados responderam que era o Brasil.

Segundo a pesquisa, a atuação do presidente uruguaio, Luis Lacalle Pou, no combate à pandemia teve aprovação de 77,8% em seu próprio país. A aprovação do paraguaio Mario Abdo foi de 76,7% em seu país, e a do argentino Alberto Fernández de 68%.

Até quinta-feira, o Uruguai havia registrado 947 casos e 28 mortes, de acordo com uma contagem da Reuters; a Argentina tinha 69.941 casos e 1.385 mortes. No Brasil, dados do Ministério da Saúde de quinta mostravam 1.496.858 casos e 61.884 mortes.

“Os países pesquisados foram claros sobre qual modelo não seguir: o Brasil”, disse à Reuters Shila Vilker, diretora da Trespuntozero, que tem sede em Buenos Aires.

O Brasil tem mais casos confirmados e mortes de coronavírus do que qualquer país, exceto os Estados Unidos.

O presidente Jair Bolsonaro critica as quarentenas e o distanciamento social adotados por governadores e prefeitos. Ecoando o presidente norte-americano, Donald Trump, ele recomenda o uso da cloroquina, remédio antimalária sem eficácia comprovada para tratar o novo coronavírus.

Por Nicolás Misculin, em Buenos Aires

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below