for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Poupança salta na França e lucros caem em meio a contração recorde do PIB no 2º tri

Visão aérea mostra campo de trigo em Coquelles, perto de Calais, no norte da França REUTERS/Pascal Rossignol/File Photo

PARIS (Reuters) - A poupança das famílias francesas disparou enquanto os lucros empresariais despencaram no segundo trimestre, quando a maior economia da zona do euro sofreu contração recorde devido ao coronavírus, mostraram dados oficiais nesta sexta-feira.

Uma das mais severas quarentenas da Europa levou a economia a contrair 13,8% no trimestre depois de já ter caído 5,9% nos três meses anteriores, disse a agência de estatísticas INSEE, confirmando leitura inicial.

Com a maioria das lojas, cafés e hotéis fechados de meados de março a 11 de maio, o dinheiro que não foi gasto neles elevou a taxa de poupança para um recorde de 27,4% da renda disponível, enquanto os gastos dos consumidores --tradicional motor da economia francesa --caíram 16,4% no trimestre.

No setor corporativo, as empresas viram suas margens de lucro cair para 26%, menor nível desde o final de 1983, mostraram os dados do INSEE.

Depois que a maioria das empresas pôde reabrir em maio, a atividade aumentou rapidamente, embora haja alguns sinais de que a retomada está perdendo força após o impulso inicial.

Reportagem de Leigh Thomas

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up