for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Índia reabrirá metrô e permitir eventos esportivos apesar de aceleração do coronavírus

NOVA DÉLHI (Reuters) - A Índia vai reabrir linhas de metrô e permitir eventos esportivos e religiosos de maneira limitada a partir do próximo mês, como parte dos esforços do governo para reanimar a economia, mesmo com o aumento das infecções por coronavírus.

A Índia relatou 76.472 novos casos de coronavírus no sábado, um pouco abaixo dos números vistos nos últimos dias, mas estendendo uma sequência que tornou o surto no país atualmente o pior do mundo.

A rede de trens subterrâneos, utilizada por milhões de pessoas na capital Nova Délhi, será reaberta em etapas a partir de 7 de setembro, informou o Ministério do Interior.

Eventos sociais, acadêmicos, esportivos e religiosos serão permitidos com um máximo de 100 pessoas a partir de 21 de setembro, acrescentou.

Escolas e faculdades permanecerão fechadas até o final de setembro.

Em todas as zonas de contenção do país --áreas onde a propagação de infecções é mais severa-- restrições rígidas de circulação de pessoas permanecerão em vigor, disse o governo.

A Índia relatou um total de 3,46 milhões de casos de coronavírus, atrás dos Estados Unidos e do Brasil em números totais de casos, mas tem registrado aumentos maiores de casos em um único dia do que ambos os países há quase duas semanas.

O número de mortes por Covid-19 na Índia aumentou em 1.021, para 62.550, mostraram dados do Ministério da Saúde.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up