for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

América Latina supera 8 milhões de casos de coronavírus

Pacientes em hospital nos arredores de Buenos Aires 21/08/2020 REUTERS/Agustin Marcarian

(Reuters) - A América Latina passou nesta quinta-feira da marca de oito milhões de casos de coronavírus, no momento em que alguns dos países mais afetados pela pandemia começam a mostrar uma tendência de queda nos números de casos, e enquanto persistem as iniciativas globais para encontrar uma vacina efetiva.

A média diária de casos na região caiu para 67.173 na última semana até a quarta-feira, frente a uma média diária de 80.512 nos sete dias anteriores, segundo uma contagem da Reuters, que toma como base os dados divulgados por governos.

O Brasil segue liderando a tabela de contágios na região, com mais de 4,2 milhões de casos, embora as autoridades do país apontem uma queda no número de infecções nos últimos dias.

O maior país da América do Sul, que registrou o primeiro contágio na região no final de fevereiro, foi ultrapassado nesta semana pela Índia no posto de segundo lugar entre os países com mais casos no mundo, embora permaneça sendo o segundo no número de mortes. Os Estados Unidos ocupam o primeiro lugar em ambos os registros.

Nesta quinta-feira, o Brasil reportou 40.557 novos casos, e com isso a região toda superou a marca de 8 milhões de casos.

A média de casos caiu também levemente no Peru, Colômbia e no México, os países com mais contágios depois do Brasil.

Com mais de meio milhão de casos, a Argentina superou o Chile e está no décimo lugar entre os países com mais contágios no mundo.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up