for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Temor de piora fiscal leva Ibovespa ao menor nível em 3 meses

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa caiu forte nesta segunda-feira, no menor nível de fechamento em três meses, em sessão marca por preocupações com o cenário fiscal do país, diante de anúncio do Renda Cidadã, programa que deve substituir o Bolsa Família.

Ministro da Economia, Paulo Guedes. 28/9/2020. REUTERS/Adriano Machado

O Ibovespa caiu 2,41%, a 94.666,37 pontos, menor nível desde 26 de junho, quando fechou a 93.834,49 pontos. O volume financeiro da sessão somou 27,44 bilhões de reais.

No início da sessão, o índice acompanhou o otimismo de mercados internacionais, subindo mais de 1,3% na máxima. Logo, porém, perdeu força. No pior momento, chegou a cair 2,7%.

No anúncio do Renda Cidadã, o senador Marcio Bittar disse que o programa será custeado com verba do próprio Bolsa Família, sobra de recursos após pagamento de precatórios e com uma fatia da verba do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).

O líder do governo na Câmara dos Deputados, Ricardo Barros (PP-PR), explicou que o valor do benefício a ser pago só será definido no decorrer das votações no Congresso, a depender da aprovação de propostas que indicarão fontes para esse auxílio, caso da que trata dos precatórios.

O anúncio repercutiu negativamente no mercado acionário, elevando a percepção de risco dos investidores.

Para Étore Sanchez, economista-chefe da Ativa Investimentos, o orçamento brasileiro não possui espaço fiscal para o Renda Cidadã e o anúncio desta segunda-feira reforçou essa visão.

“Em essência, o programa tem diversos problemas fiscais, mas as saídas para sua viabilização anunciadas hoje acabaram surpreendendo por serem marginalmente piores do que as expectativas”, afirmou Sanchez.

DESTAQUES

- SANTANDER BR UNT subiu 2,1%. BANCO DO BRASIL ON ganhou 0,7%, mas ITAÚ UNIBANCO PN cedeu 0,04% e BRADESCO PN caiu 0,3%.

- JBS ON teve queda de 4,54%. Outras companhias do setor seguiram na mesma linha. MAFRIG ON perdeu 4,26%, enquanto MINERVA ON desvalorizou-se 5%.

- EMBRAER ON avançou 3,9%. A companhia aérea Azul informou no domingo que recebeu aprovação para operar o jato Embraer E195 modificado para funções de cargueiro.

- COSAN ON retrocedeu 2,9%, após anunciar que pedirá o cancelamento do pedido de registro para IPO de sua controlada Compass Gás e Energia, citando “a deterioração das condições de mercado”.

- MELNICK ON perdeu 1,76% em sua estreia na B3. A construtora precificou seu IPO a 8,50 reais por ação na quinta-feira, levantando 713,6 milhões de reais.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up