for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up
Nacional

Esperança é a última que morre, diz Bolsonaro sobre situação de Trump em eleição nos EUA

07/03/2020 REUTERS/Tom Brenner

(Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira que “a esperança é a última que morre”, ao comentar a apuração de votos da eleição nos Estados Unidos, que mostra o presidente Donald Trump em desvantagem contra o adversário democrata Joe Biden.

Ao cumprimentar apoiadores na entrada do Palácio da Alvorada, Bolsonaro fez a declaração em resposta a uma mulher que disse estar “com o coração na mão” pelo que está acontecendo nos Estados Unidos.

Pouco depois, o presidente acrescentou ao ser questionado se estava acompanhando a apuração: “Parece que foi judicializado o negócio lá, um Estado ou outro, vamos esperar um pouquinho”.

Bolsonaro é um apoiador declarado de Trump e defensor da reeleição do republicano. Pela manhã, Bolsonaro atacou Biden por ter falado sobre Amazônia durante a campanha. [nL1N2HQ20A]

Uma eventual derrota de Trump seria um revés para Bolsonaro, que afirma ter um bom relacionamento com Trump que diz não ter existido em governos anteriores.

Em uma disputa bastante acirrada, Biden afirmou nesta quarta-feira que estava caminhando para uma vitória, após reivindicar triunfos nos Estados-chave de Wisconsin e Michigan, enquanto Trump iniciou um ataque com múltiplas frentes às contagens de votos por meio de ações judiciais e um pedido de recontagem. [nL1N2HQ3YG]

Até o momento, Biden soma 243 votos no Colégio Eleitoral contra 214 de Trump, de acordo com a Edison Research. São necessários 270 votos para se conquistar a Presidência dos EUA.

Por Lisandra Paragussu, em Brasília, e Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up