September 28, 2014 / 4:43 PM / 3 years ago

Integrante da al Qaeda foi morto em ataque dos EUA à Síria, diz grupo de monitoramento

DUBAI (Reuters) - Uma conta jihadista no Twitter disse que líder do grupo Khorasan, ligado à al Qaeda, foi morto em ataque aéreo dos Estados Unidos à Síria, informou o serviço de monitoramento SITE neste domingo após vários dias de incerteza sobre se ele sobreviveu à ofensiva.

Uma autoridade dos EUA disse em 24 de setembro que o país acreditava que Moshin al-Fadhli, um integrante sênior da al Qaeda, fora morto no dia anterior, mas o Pentágono anunciou várias horas mais tarde que ainda estava investigando o que acontecera com ele.

Em tuíte publicado em 27 de setembro, um jihadista ofereceu condolências pela morte de Fadhli, nascido no Kuwait e conhecido como Abu Asmaa al-Kuwati ou Abu Asmaa al-Jazrawi, segundo o SITE, organização baseada nos EUA que monitora grupos militantes online.

Em Washington, o vice-assessor de segurança nacional da Casa Branca, Tony Blinken, disse que autoridades dos EUA ainda não podem confirmar a morte.

“Queremos ter certeza de que ele não está, em efeito, falseando sua morte para se esconder”, disse Blinken ao “Fox News Sunday”. “Mas há sinais sérios de que ele foi removido”.

Reportagem de William Maclean

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below