October 22, 2014 / 2:33 PM / 4 years ago

Soldado é atingido por tiro perto do Parlamento do Canadá

OTTAWA (Reuters) - Um soldado canadense levou um tiro no memorial de guerra do Canadá em Ottawa, e o homem que disparou foi visto correndo em direção ao Parlamento, onde mais tiros foram disparados, de acordo com relatos de testemunhas e informações da mídia local nesta quarta-feira.

O edifício do Parlamento foi fechado, e policiais e equipes táticas estavam a caminho do local.

O incidente acontece dois dias após um militantes islâmico ter atropelado dois soldados canadenses, matando um, perto de Montreal.

O primeiro-ministro canadense, Stephen Harper, deixou o prédio do Parlamento e está em segurança, informou seu gabinete em um email.

Um operário da construção que estava no local afirmou à Reuters que ouviu um tiro e depois viu um homem, vestindo preto com um lenço cobrindo seu rosto, correndo em direção ao prédio principal do Parlamento com uma arma na mão.

O homem parou um carro preto e o sequestrou, disse o operário Scott Walsh à Reuters. O motorista que estava no carro saiu em segurança, e o homem seguiu dirigindo em direção ao Parlamento, onde há um prédio em obras.

O homem armado passou por uma mulher, com uma criança em um carrinho, que fugiu gritando. Ele não atacou a mulher nem a criança, disse Walsh.

Um repórter do jornal Globe and Mail, que estava no prédio principal do Parlamento, tuitou que o prédio foi fechado depois que “ao menos um atirador o invadiu e abriu fogo”.

Reportagem de Andrea Hopkins

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below