November 19, 2014 / 11:54 AM / 4 years ago

Premiê da Ucrânia descarta negociação direta com separatistas pró-Rússia

Primeiro-ministro da Ucrânia, Arseny Yatseniuk, concede entrevista coletiva em Kiev. REUTERS/Valentyn Ogirenko 14/11/2014

KIEV (Reuters) - O primeiro-ministro da Ucrânia, Arseny Yatseniuk, descartou nesta quarta-feira negociações diretas entre o governo de Kiev e separatistas pró-Rússia para encerrar o conflito de seis meses no leste do país.

“Não vamos fazer negociações diretas com terroristas russos”, disse Yatseniuk em reunião do governo.

Ele também pediu à Rússia que cumpra um acordo de paz acertado na capital de Belarus, Minsk, em setembro, e para deixar de “brincar” com o objetivo de garantir status legal aos separatistas.

Mais cedo nesta quarta, o chanceler russo, Sergei Lavrov, disse que os líderes ucranianos têm que negociar diretamente com os separatistas no leste do país e não devem ameaçar Moscou como se a Rússia fizesse parte do conflito.

Reportagem de Natalia Zinets

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below