November 22, 2014 / 12:04 PM / 4 years ago

Ex-premiê português Sócrates é preso em investigação de corrupção

LISBOA (Reuters) - A polícia de Portugal prendeu o ex-primeiro-ministro socialista José Sócrates e mais três pessoas em uma investigação sobre suposto crime tributário, corrupção e lavagem de dinheiro, informou a Procuradoria Geral neste sábado.

A prisão, a primeira de um ex-premiê em Portugal, acontece após detenções de outras figuras de destaque em investigações separadas nos últimos meses, à medida que a procuradoria intensifica o combate à corrupção em um país notório por seu sistema judiciário lento.

A procuradoria informou em comunicado que Sócrates, de 57 anos e que foi preso na sexta-feira à noite, será levado a um juiz criminal para prestar depoimento neste sábado a respeito da investigação sobre operações bancárias e transferências de dinheiro suspeitas.

Segundo a agência de notícias estatal Lusa, Sócrates foi preso no aeroporto de Lisboa ao chegar do exterior. Ele passou a noite em uma delegacia de polícia, segundo um policial.

Sócrates renunciou ao cargo de premiê em meio a seu segundo mandato de quatro anos, em 2011, quando uma escalada na crise da dívida o forçou a pedir um resgate internacional, o que resultou em medidas dolorosas de austeridade em Portugal.

Uma eleição antecipada realizada em 2011 levou ao poder a coalizão de centro-direita que governa o país atualmente, que introduziu medidas impopulares de austeridade como aumento de impostos e cortes de salários e de pensões.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below