December 2, 2014 / 9:50 AM / 3 years ago

Procuradoria egípcia recorre contra absolvição de Mubarak

CAIRO (Reuters) - A procuradoria pública do Egito recorreu nesta terça-feira contra a decisão de um tribunal de retirar acusações contra o ex-presidente Hosni Mubarak, seu ministro do Interior e seis assessores sobre a morte de manifestantes nos protestos de 2011, citando falhas na decisão.

Ex-presidente egípcio Hosni Mubarak na maca ao voltar para hospital militar no Cairo. 29/11/2014 REUTERS/Amr Abdallah Dalsh

“Um estudo sobre as razões da decisão revelou falhas legais que mancharam o julgamento”, disse a procuradoria em comunicado.

O recurso faz parte integral do sistema judicial do Egito e já era esperado após o anúncio do veredicto. Se Mubarak for inocentado no caso, seria pela terceira e última vez de acordo com a legislação egípcia.

Mubarak deixou o poder em 2011 após os protestos em massa que cobravam sua renúncia. Muitos egípcios que viveram sob o poder de Mubarak, um ex-oficial da Força Aérea, consideram seu governo como um período de autocracia e corrupção disseminada.

Reportagem de Omar Fahmy

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below