July 17, 2015 / 2:44 PM / in 3 years

Cunha diz que agora é "oposição" e defende rompimento do PMDB com governo

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou nesta sexta-feira que a partir de agora é de oposição e disse que vai pregar o rompimento do PMDB com o governo da presidente Dilma Rousseff.

Deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na Câmara 12/5/2015 REUTERS/Ueslei Marcelino

A decisão do deputado foi tomada depois de ser acusado na quinta-feira por um dos delatores da operação Lava Jato de pedir 5 milhões de dólares em propina. Em resposta, Cunha acusou o delator, o empresário Júlio Camargo, de mentir sob pressão do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e afirmou que Janot está a serviço do governo.

Por Maria Carolina Marcello

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below