August 3, 2015 / 10:32 AM / 3 years ago

Líder de oposição da Turquia acusa Erdogan de bloquear esforços por aliança

Por Humeyra Pamuk

Líder do Partido Republicano do Povo, Kemal Kilicdaroglu, durante discurso em Ancara. 30/06/2015 REUTERS/Umit Bektas

ISTAMBUL (Reuters) - O principal líder de oposição da Turquia acusou o presidente turco, Tayyip Erdogan, de bloquear os esforços para formação de um governo de coalizão e fez um alerta contra levar o país a novas eleições por meio de “políticas sangrentas” ao reabrir o conflito com militantes curdos.

O governista Partido AK, fundado por Ergodan, realiza o último dia de conversas iniciais com o Partido Republicano do Povo (CHP) nesta segunda-feira, à medida que tenta encontrar um parceiro para uma aliança após perder a maioria parlamentar na eleição de junho.

As incertezas políticas ocorrem à medida que a Turquia realiza ataques aéreos contra acampamentos no Partido de Trabalhadores do Curdistão (PKK) no norte do Iraque e militantes do Estado Islâmico na Síria, no que o governo chamou de uma “luta sincronizada contra o terror”.

“Digo isto com toda a sinceridade: o primeiro-ministro (Ahmet) Davutoglu realmente está tentando sentar e formar uma aliança e salvar o país de seus problemas”, disse o líder da CHP, Kemal Kilicdaroglu, à rede Haberturk TV, no domingo.

“Mas a pessoa sentada no cargo da Presidência não está permitindo”, acrescentou em entrevista à emissora turca.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below