August 6, 2015 / 4:07 PM / 3 years ago

PT pede união contra crise política e cita risco à democracia em programa na TV

SÃO PAULO (Reuters) - O PT defende em seu programa partidário a ser exibido na noite desta quinta-feira em rede nacional de televisão que a crise política ameaça a democracia, lembrando da ditadura militar e afirmando que “tumultuar” a política não traz solução para a economia.

O vídeo de 10 minutos, que foi disponibilizado no site do PT nesta manhã, conta com a participação da presidente Dilma Rousseff, ausente do programa da legenda que foi ao ar no começo de maio.

“Estamos em um ano de travessia e essa travessia vai levar o Brasil a um lugar melhor. Estamos atualizando as bases da economia e vamos voltar a crescer com todo o nosso potencial”, afirmou Dilma, vestida de branco.

“Sei suportar pressões e até injustiças... Sei que muita coisa precisa melhorar, tem muito brasileiro sofrendo, mas juntos vamos sair dessa”, acrescentou a presidente.

Em um tom sombrio, o ator José Abreu abre o programa afirmando que em momentos de crise há duas alternativas: a esperança ou o pessimismo. Em seguida, pessoas comuns assumem a narrativa e dizem que o país vive problemas passageiros na economia, com “gente se aproveitando disso para tentar criar uma crise política”.

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, retoma a tese defendida por Dilma até recentemente de que o Brasil não está sozinho na crise econômica, “que há crise em toda parte”.

O filme repete à exaustão a mensagem de que é possível sair rapidamente de uma crise econômica, mesmo que com algum sofrimento, mas que o mesmo não vale para uma crise política, em que o “sofrimento é imenso”.

“A ditadura militar, por exemplo, foi resultado de uma crise política e durou 21 anos. Será que tumultuar a política traz solução para a economia?”, indaga um dos narradores.

No vídeo, o PT destaca que conquistas sociais e aumento do emprego foram possíveis graças à democracia e conclama os brasileiros a “evitar que a crise política ameace a democracia, pois sem democracia tudo iria ao chão”.

Como de costume, o programa traz a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Eu sei que a situação não está fácil e que a crise já chegou nas nossas casas... Nosso pior momento ainda é melhor para o trabalhador do que o melhor momento de governos passados”, disse Lula.

PANELAÇO

Em todas as últimas aparições do PT e de Dilma em rede nacional houve panelaço em várias partes do país como forma de protesto. No programa desta quinta, o PT encerra o vídeo fazendo uma paródia.

“Nos últimos tempos, começaram a dar uma nova utilidade às panelas... A gente não tem nada contra isso. Só queremos lembrar que fomos o partido que mais encheu a panela dos brasileiros”, afirmou um dos narradores, acrescentando que o PT está “disposto a ouvir, corrigir e melhorar”.

“Mas com as panelas, vamos fazer o que a gente mais sabe: enchê-las de comida e de esperança, esse é o panelaço que gostamos de fazer”, termina o vídeo.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below