August 17, 2015 / 6:38 PM / 3 years ago

FHC diz que renúncia de Dilma seria gesto de grandeza

Ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. 23/03/2015. REUTERS/Paulo Whitaker

BRASÍLIA (Reuters) - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) endureceu o discurso contra a presidente Dilma Rousseff nesta segunda-feira e afirmou que uma renúncia da presidente seria um “gesto de grandeza”, um dia após manifestações contra o governo que levaram multidões às ruas de diversas cidades do país.

“O mais significativo das demonstrações, como as de ontem, é a persistência do sentimento popular de que o governo, embora legal, é ilegítimo”, escreveu FHC em sua conta oficial no Facebook.

“Falta-lhe a base moral, que foi corroída pelas falcatruas do lulopetismo. Com a metáfora do boneco vestido de presidiário, a presidente, mesmo que pessoalmente possa se salvaguardar, sofre contaminação dos malfeitos de seu patrono e vai perdendo condições de governar”, acrescentou FHC, em referências ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ao PT.

No domingo, multidões foram às ruas em cidades de mais de 20 Estados e no Distrito Federal para pedir o impeachment de Dilma, na terceira manifestação de alcance nacional contra o governo neste ano, após protestos semelhantes em março e abril.

Os protestos em mais de 200 cidades também foram marcados por palavras de ordem contra Lula, que quando governou o país chegou a ter popularidade na casa dos 80 por cento, e a favor do juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos relacionados à operação Lava Jato, que investiga um esquema de corrupção envolvendo estatais, empreiteiras e políticos.

FHC, que vinha adotando um tom menos agressivo sobre uma eventual interrupção do mandato de Dilma, afirmou que “se a própria presidente não for capaz do gesto de grandeza (renúncia ou a voz franca de que errou, e sabe apontar os caminhos da recuperação nacional), assistiremos à desarticulação crescente do governo e do Congresso, a golpes de Lava Jato”.

No fim desta manhã, após reunião de coordenação política com Dilma, o ministro da Comunicação Social, Edinho Silva, disse que a avaliação do Planalto é de que as manifstações de domingo são um fato natural do regime democrático.

Reportagem de Leonardo Goy

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below