August 19, 2015 / 7:19 PM / 3 years ago

Cresce tensão na Turquia e ataque a palácio deixa 8 mortos em Istambul

Policial turco patrulha região após tiroteio perto da entrada do palácio Dolmabahce, em Istambul, na Turquia, nesta quarta-feira. 19/08/2015 REUTERS/Murad Sezer

ISTAMBUL/DIYARBAKIR, Turquia (Reuters) - Homens armados dispararam contra a polícia do lado de fora de um palácio em Istambul e uma bomba matou 8 soldados no sudeste da Turquia nesta quarta-feira, aumentando a sensação de crise enquanto líderes turcos tentam formar um novo governo.

O gabinete do governador de Istambul afirmou que dois membros de um “grupo terrorista” armados com granadas de mão e um rifle automático foram pegos depois de atacarem o palácio de Dolmabahce, popular entre turistas e sede dos escritórios do primeiro-ministro na cidade. Não há relato de mortos.

Militantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK, na sigla em curdo) mataram oito soldados com uma bomba de beira de estrada na província de Siirt, no sudeste do país, informaram os militares, intensificando o conflito no local após a violação de um cessar-fogo de dois anos no mês passado.

Os tumultos no país membro da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) surgem semanas depois de a nação ter declarado uma “guerra ao terror”, abrindo suas bases aéreas à coalizão liderada pelos Estado Unidos que combate o Estado Islâmico, realizando ataques aéreos contra militantes curdos e detendo mais de 2.500 supostos membros de grupos radicais curdos, de extrema esquerda e islâmicos.

Os atentados mais recentes também ocorreram um dia depois de o premiê turco, Ahmet Davutoglu, ter desistido de formar um novo governo de coalizão após semanas de conversas fracassadas com a oposição, o que pode abrir caminho para uma nova eleição dentro de alguns meses.

“Por causa do fracasso na formação de um governo, temos que buscar uma solução com a vontade do povo... então estamos caminhando rapidamente rumo a uma eleição novamente”, declarou o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, em discurso televisionado.

A moeda local, a lira, atingiu nova mínima em relação ao dólar, já que investidores temem o que alguns apelidaram de “tempestade perfeita” de incerteza política, crescimento em desaceleração e um agravamento da violência.

A lira sofreu seu pior tombo em cinco dias nesta semana desde maio de 2010, o que a torna uma das moedas de pior desempenho entre os países emergentes.

Ninguém assumiu de imediato a responsabilidade pelo atentado ao palácio Dolmabahce, onde os criminosos abriram fogo contra a polícia que guardava a entrada do edifício, que já foi alvo de militantes esquerdistas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below