14 de Setembro de 2015 / às 10:51 / em 2 anos

Chefe de direitos humanos da ONU pede que Europa amplie canais migratórios

GENEBRA (Reuters) - A principal autoridade da agência de direitos humanos da Organização das Nações Unidas pediu nesta segunda-feira à Europa para criar uma onda de simpatia com refugiados, estabelecendo políticas amplas para expandir os canais migratórios.

Zeid R'ad al-Hussein, principal autoridade da agência de direitos humanos da Organização das Nações Unidas, durante evento em Genebra. 16/10/2014 REUTERS/Denis Balibouse

Zeid R‘ad al-Hussein, em discurso na abertura do Conselho de Direitos Humanos da ONU, pediu por uma pausa na detenção e pelo “tratamento de doenças” de pessoas que buscam asilo, especialmente crianças, que fogem da guerra e perseguição em países como a Síria.

“Precisamos de canais expandidos de migração regular e reassentamento - dois caminhis que iriam prevenir mortes e tráfico de pessoas”, disse Zeid no fórum em Genebra, com participação de 47 Estados membros.

Estados europeus deveriam “construir isso na onda de comoção” causada pela fotografia do menino sírio morto em uma praia da Turquia Aylan Kurdi, disse.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below