14 de Setembro de 2015 / às 15:22 / em 2 anos

Forças egípcias matam 12 turistas por engano, incluindo mexicanos

Carros no deserto do Egito. 15/05/2015 REUTERS/Amr Abdallah Dalsh

CAIRO (Reuters) - Forças de segurança egípcias mataram 12 pessoas e feriram outras 10 “por acidente” nesta segunda-feira, confundindo um comboio turístico com militantes que estavam sendo perseguidos no deserto, disse o Ministério do Interior.

Pelo menos dois mexicanos foram mortos, segundo informou em comunicado o Ministério das Relações Exteriores do México, embora as forças de segurança do Egito e fontes judiciais tenham dito posteriormente que oito mexicanos e quatro egípcios foram mortos, e oito mexicanos e dois egípcios ficaram feridos.

A força-tarefa conjunta da polícia e dos militares egípcios estava perseguindo militantes no vasto deserto ocidental do país, que faz fronteira com a Líbia, quando abriu fogo contra o comboio.

De acordo com um informe do Ministério do Interior egípcio, eles estavam em quatro veículos de tração 4x4 e vai haver uma investigação sobre como e por que os turistas entraram em uma área fora dos limites do permitido.

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, condenou o ataque em sua conta no Twitter, descrevendo o incidente como “trágico”, e exigiu uma investigação completa. “O México condena estes atos contra nossos cidadãos e exige uma investigação exaustiva do que ocorreu”, afirmou.

Um porta-voz do Ministério do Turismo do Egito disse à agência de notícias estatal Mena que o comboio estava em um local fora dos limites aprovados e com carros sem licença. O grupo estava participando de um safari não aprovado, afirmou.

O Egito está combatendo uma insurgência que ganhou força depois que os militares derrubaram o presidente Mohamed Mursi, um islamista da Irmandade Muçulmana, em meados de 2013, após protestos em massa contra seu governo.

A insurgência está sendo insuflada pela filial egípcia do Estado Islâmico e já matou centenas de soldados e policiais, além de ocidentais.

Reportagem de Ahmed Tolba e Ahmed Mohamed Hassan; Reportagem adicional de Michael O'Boyle na Cidade do México

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below