22 de Setembro de 2015 / às 13:36 / em 2 anos

Apesar de apelo do papa sobre clima, Igreja dos EUA arrenda terras para setor de petróleo

BOSTON (Reuters) - Ao apresentar a luta contra as alterações climáticas como um dever moral urgente, o papa Francisco pediu em junho ao mundo que eliminasse progressivamente combustíveis fósseis altamente poluentes.

Instalação para extração de petróleo em área concedida à Devon Energy Production Company pela Arquidiocede de Oklahoma City perto Guthrie. 22/09/2015 REUTERS/Nick Oxford

Mas, na região central de produção de petróleo nos Estados Unidos, várias dioceses e outras instituições católicas estão concedendo direitos de perfuração a empresas de energia para reforçar suas finanças, constatou a Reuters.

Em uma das arquidioceses –a de Oklahoma City– autoridades eclesiásticas assinaram três novas concessões de petróleo e gás desde que Francisco enviou a carta sobre o meio ambiente, segundo documentos de arrendamento.

Na primeira visita de Francisco para os Estados Unidos esta semana, os negócios sugerem que alguns líderes da Igreja Católica no país estão adotando uma abordagem diferente para o meio ambiente daquela que o pontífice prega.

Instituições católicas não são proibidas de atuar ou investir no setor de energia. Nas orientações da Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos (USCCB) sobre investimento ético, os católicos e as instituições católicas são alertados contra o investimento em empresas relacionadas com o aborto, a contracepção, a pornografia, o tabaco e a guerra, mas não há sugestões para evitar o setor de energia, e não há referência à participação na produção de energia.

Uma análise de documentos locais feita pela Reuters encontrou 235 acordos de concessão para exploração de petróleo e gás assinados por autoridades eclesiásticas no Texas e Oklahoma com empresas de energia desde 2010, num total de 56 condados nos dois Estados.

As autoridades da Igreja recebem royalties variando de 15 a 25 por cento do valor do que é extraído do solo, de acordo com os contratos de arrendamento, que são documentos públicos arquivados em repartições do contado. O método de pesquisa da Reuters não abrange contratos assinados antes de 2010 que ainda possam estar em vigor.

“Pode haver algum tipo de inconsistência aqui entre o que o papa disse e o que a Igreja está fazendo na região de produção de petróleo e gás dos EUA”, disse Mickey Thompson, consultor e ex-diretor da Associação Independente de Petróleo do Oklahoma.

Um dirigente da USCCB e o porta-voz da arquidiocese Oklahoma City não quiseram comentar o assunto.

O Vaticano não tem poder direto sobre as decisões de investimento tomadas pelas dioceses nos Estados Unidos, que são de responsabilidade de seus bispos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below