5 de Outubro de 2015 / às 11:07 / em 2 anos

Turquia diz que avião de guerra russo violou espaço aéreo do país

ISTAMBUL (Reuters) - Um avião de guerra russo violou o espaço aéreo da Turquia perto da fronteira com a Síria, o que levou o governo turco a enviar dois jatos F-16 para interceptá-los e a convocar o embaixador de Moscou em protesto, informou o Ministério das Relações Exteriores turco nesta segunda-feira.

Presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, durante evento contra o terrorismo, na França. 04/10/2015 REUTERS/Vincent Kessler

A Turquia, que possui o segundo maior Exército da Otan, disse que o jato russo entrou em espaço aéreo turco no sul da região de Hatay no sábado.

“(Ele) saiu do espaço aéreo turco para a Síria após ser interceptado por dois F-16 da Força Aérea Turca, que estavam conduzindo patrulhas na região”, informou o Ministério das Relações Exteriores em nota.

O presidente Tayyip Erdogan criticou os ataques aéreos russos na Síria, iniciados na semana passada, como um “grave erro”. Moscou diz que tem o objetivo de enfraquecer o Estado Islâmico, mas potências Ocidentais veem as ações como apoio ao presidente sírio, Bashar Al-Assad.

“Assad cometeu terrorismo de Estado, e infelizmente percebe-se a Rússia e Irã defendendo-o”, disse Erdogan no domingo, de acordo com o jornal Hurritet, a uma multidão em Estrasburgo, na França.

Reportagem de Ayla Jean Yackley

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below