October 14, 2015 / 12:05 PM / 3 years ago

Empresa chinesa diz que planeja "produção em massa" de vacina contra Ebola

XANGAI (Reuters) - Uma companhia chinesa planeja produzir em grande escala uma vacina desenvolvida por militares contra o Ebola, mesmo que a epidemia que matou mais de 11 mil pessoas na África Ocidental esteja começando a enfraquecer.

Homem checando temperaturas de crianças em escola na Libéria. 16/02/2015 REUTERS/James Giahyue

A empresa privada Tianjin CanSino Biotechnology está investindo 2 bilhões de iuanes (315,14 milhões de dólares) para construção de uma instalação na cidade de Tianjin onde a vacina será produzida, disse um diretor da companhia à Reuters nesta quarta-feira.

A agência de notícias oficial Xinhua relatou anteriormente a notícia.

A instalação será concluída em torno de 2017 ou 2018, mas não há data estabelecida para o início da produção, acrescentou o diretor. A vacina foi desenvolvida por uma equipe na Academia Chinesa de Ciências Médicas Militares.

A China aprovou a vacina experimental para triagens clínicas em dezembro do ano passado, quando disse ter se colocado entre os líderes globais no desenvolvimento de vacinas para curar a doença.

Novos casos do Ebola diminuíram acentuadamente neste ano. Anteriormente neste mês os três países da África Ocidental no centro da epidemia relataram a primeira semana sem novos casos desde a declaração do surto em março de 2014.

Reportagem de Adam Jourdan e Redação de Xangai

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below