October 16, 2015 / 10:59 AM / 2 years ago

Ministro do STF autoriza inquérito contra Cunha sobre contas na Suíça, diz mídia

(Reuters) - O ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki, encarregado no STF das ações decorrentes da operação Lava Jato, autorizou na noite de quinta-feira abertura de novo inquérito contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), informaram o jornal O Globo e a TV Globo nesta sexta-feira.

A decisão foi tomada após o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentar uma segunda denúncia no STF contra o parlamentar devido à existência de contas em nome de Cunha e de familiares na Suíça, apontada por autoridades do país europeu. [nL1N12F2RN]

Janot denunciou Cunha ao Supremo inicialmente em agosto, acusando-o de receber pelo menos 5 milhões de dólares em propinas do esquema de corrupção na Petrobras investigado pela Lava Jato. Desde então, surgiram outras informações contra o parlamentar. O Ministério Público da Suíça enviou ao Brasil uma investigação por corrupção e lavagem de dinheiro contra Cunha, com base nas contas bancárias do parlamentar e seus familiares naquele país.

Em depoimento neste ano à Comissão Parlamentar de Inquérito da Petrobras, Cunha negou ter contas no exterior.

Os partidos PSOL e Rede pediram nesta semana a cassação de Cunha ao Conselho de Ética da Câmara por quebra de decoro parlamentar após a procuradoria confirmar, em resposta a questionamento do PSOL, que o deputado tem contas na Suíça e que os recursos dessas contas foram bloqueados pelas autoridades suíças.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below