15 de Novembro de 2015 / às 19:04 / em 2 anos

Cameron fará apelo para que Putin concentre luta contra Estado Islâmico

BELEK, Turquia (Reuters) - O primeiro-ministro britânico, David Cameron, disse que fará um apelo ao presidente da Rússia, Vladimir Putin, na segunda-feira para que concentre os ataques aéreos russos na Síria em militantes do Estado Islâmico.

“Temos nossas diferenças com os russos, não menos porque eles fizeram muito para degradar a oposição que não é do Estado Islâmico a Assad, pessoas que podem ser o futuro da Síria”, disse Cameron a jornalistas neste domingo, antes de se reunir com Putin durante reunião do G20 na Turquia.

“A conversa que eu quero ter com Vladimir Putin é para dizer: olhe, tem uma coisa com a qual podemos concordar, que é que estaremos mais seguros na Rússia, mais seguros na Grã-Bretanha se destruirmos o Isil. É nisso que devemos nos concentrar”, disse Cameron, usando uma das siglas que identificam o Estado Islâmico.

Cameron disse que os ataques da última sexta-feira em Paris “deixaram ainda mais claro” que os militantes do Estado Islâmico têm de ser derrotados, seja no Iraque ou na Síria.

A Grã-Bretanha participa de ataques aéreos contra o Estado Islâmico no Iraque, mas não ampliará a missão para a Síria, a não ser que a medida seja endossada por parlamentares, algo que até agora parece improvável.

Reportagem de Kylie MacLellan

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below