16 de Novembro de 2015 / às 13:26 / 2 anos atrás

Belga Abaaoud pode ser o comandante dos ataques em Paris, diz fonte

Pessoas prestando homenagem às vítimas de ataques em Paris. 16/11/2015 REUTERS/Pascal Rossignol

PARIS (Reuters) - Um cidadão belga que está atualmente na Síria e supostamente é um dos operadores mais ativos do Estado Islâmico é suspeito de estar por trás dos ataques de sexta-feira em Paris, de acordo com uma fonte próxima à investigação francesa.

“Ele aparenta ser o cérebro por trás de diversos ataques planejados na Europa”, disse a fonte à Reuters, acrescentando que o homem, Abdelhamid Abaaoud, é o principal suspeito de estar por trás do assassinato de pelo menos 129 pessoas em Paris na sexta-feira.

De acordo com a rádio RTL, Abaaoud tem 27 anos e nasceu em Molenbeek, subúrbio de Bruxelas, lar de outros membros de uma célula de militantes islâmicos que supostamente realizou o ataque.

A mídia belga disse que Abaaoud esteve envolvido em uma série de ataques planejados frustrados pela polícia da Bélgica desde janeiro.

Em fevereiro deste ano, a revista online do Estado Islâmico, Dabiq, veiculou uma entrevista com um apoiador islâmico com o nome de Abdelhamid Abaaoud alegando que ele que viajara pela Europa despercebido pelas forças de segurança, para organizar ataques e adquirir armas.

Abaaoud também foi citado em diversas mídias no ano passado como o irmão mais velho de um menino de 13 anos que deixou a Bélgica para se tornar militante na Síria.

Reportagem de Chine Labbe

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below