11 de Janeiro de 2016 / às 09:50 / 2 anos atrás

EUA podem enviar mais armamentos estratégicos para a península coreana, diz Seul

Aviões B-52 da Força Aérea dos EUA sobrevoam a base aérea de Osan, na Coreia do Sul. 10/01/2016 REUTERS/Kim Hong-Ji

(Reuters) - Os Estados Unidos e a aliada Coreia do Sul discutiram nesta segunda-feira o envio de mais armamentos estratégicos norte-americanos para a península coreana, um dia depois de um bombardeiro B-52 dos EUA sobrevoar a Coreia do Sul em resposta ao teste nuclear da Coreia do Norte na semana passada.

A Coreia do Norte disse ter detonado uma bomba de hidrogênio na quarta-feira, o quarto teste nuclear do país desde 2006, irritando a China, principal aliada do regime norte-coreano, e os Estados Unidos, que disseram duvidar que o dispositivo fosse uma bomba de hidrogênio.

Em uma demonstração de força e apoio a aliados na região, os Estados Unidos enviaram no domingo um bombardeiro B-52 com capacidade nuclear baseado em Guam para realizar um voo sobre a Coreia do Sul.

O jornal da Coreia do Norte Rodong Sinmun, do Partido dos Trabalhadores que governa o país, disse que os Estados Unidos estão levando a situação para a beira de uma guerra.

Segundo a mídia da Coreia do Sul, os EUA podem enviar ao país bombardeiros, submarinos nucleares e caças F22.

Por Ju-min Park e Jee Heun Kahng

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below