19 de Janeiro de 2016 / às 21:19 / em 2 anos

Mídia ligada ao Estado Islâmico confirma morte de "Jihadi John", diz grupo

DUBAI (Reuters) - Um meio de comunicação associado ao Estado Islâmico divulgou nesta terça-feira uma elegia para “Jihadi John”, membro do grupo militante que recebeu notoriedade global por filmar execuções de reféns, informou a organização de monitoramento Site.

Militante mascarado, identificado pelo jornal The Washington Post como o britânico Mohammed Emwazi, conhecido como Jihadi John. 26 de fevereiro de 2015. REUTERS/SITE Intel Group/Handout

O militante, que foi identificado como Mohammed Emwazi, cidadão britânico de origem árabe, foi descrito na revista Dabiq, do Estado Islâmico, por seu apelido no grupo, “Abu Muharib Al-Muhajir”.

O Exército dos Estados Unidos informou em novembro que estava “razoavelmente certo” de ter matado Emwazi em um ataque com drones.

Reportagem de Angus McDowall

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below