30 de Janeiro de 2016 / às 12:56 / em 2 anos

Pequim diz que navio dos EUA violou leis chinesas ao navegar perto das Ilhas Paracel

XANGAI (Reuters) - O Ministério das Relações Exteriores da China disse neste sábado que um navio de guerra dos Estados Unidos que navegou perto de uma ilha reivindicada por Pequim e várias outras nações violou a lei chinesa ao entrar em suas águas territoriais.

Os chineses reivindicam a maior parte do Mar do Sul da China, por onde transitam mais de 5 trilhões de dólares em comércio mundial a cada ano. Vietnã, Malásia, Brunei, Filipinas e Taiwan também reivindicam a área.

“O navio de guerra norte-americano violou leis chinesas relevantes ao entrar em águas territoriais chinesas sem permissão prévia, e o lado chinês tomou medidas pertinentes, incluindo monitorização e advertências”, informou o ministério em comunicado.

Mais cedo, o porta-voz do Pentágono Capitão Jeff Davis disse que nenhum navio de militar da China estava nas proximidades do USS Curtis Wilbur quando este passou perto da Ilha Triton no arquipélago Paracel.

Reportagem de Nathaniel Taplin e Samuel Shen

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below