22 de Março de 2016 / às 17:22 / 2 anos atrás

Dilma diz que "jamais" renunciará e lutará para não sofrer na democracia o que sofreu na ditadura

BRASÍLIA (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff disse nesta terça-feira que “jamais” renunciará a seu mandato e, ao criticar o pedido de impeachment de que é alvo na Câmara dos Deputados, negou ter cometido crimes de responsabilidade que pudessem justificar a interrupção de seu mandato.

Em discurso no Palácio do Planalto após receber apoio de juristas, a presidente, que foi presa e torturada durante o regime militar, disse que lutará para não sofrer em plena democracia o que sofreu na ditadura.

Reportagem de Lisandra Paraguassu

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below