23 de Março de 2016 / às 12:33 / 2 anos atrás

Ataque dos EUA mata pelo menos 50 militantes em campo da Al Qaeda no Iêmen

ÁDEN (Reuters) - Pelo menos 50 militantes morreram em um ataque aéreo dos Estados Unidos a um campo de treinamento da Al Qaeda nas montanhas do sul do Iêmen, disseram médicos e uma autoridade oficial local nesta quarta-feira.

Prédios destruídos após ataque no Iêmen. 14/03/2016 REUTERS/Anees Mahyoub

O ataque aconteceu quando recrutas da Al Qaeda na Península Arábica (AQAP, na sigla em inglês) entravam em fila para jantar no campo, localizado a oeste da cidade portuária de Mukalla, na costa sul do Iêmen.

Na terça-feira, o Pentágono afirmou que um bombardeio a um campo de treinamento da AQAP matou dezenas de combatentes, mas não deu maiores detalhes. nL2N16U2FT

As fontes iemenitas disseram que no mínimo 50 pessoas foram mortas e que 30 ficaram feridas. Os ataques aéreos desencadearam grandes incêndios no campo, segundo moradores.

“Os aviões atacaram quando o pessoal da Al Qaeda estava na fila para receber o jantar”, disse um funcionário local, que pediu para não ser identificado, à Reuters por telefone.

Mais cedo moradores haviam dito que o ataque à base havia sido realizado por aviões de guerra da coalizão liderada pela Arábia Saudita, que ao longo do último ano vem tentando impedir que o grupo houthi, aliado de seu rival regional Irã, complete a tomada do país.

O AQAP vem explorando a guerra para ampliar seu controle no Iêmen, e no ano passado capturou Mukalla, capital da província de Hadramout, e recrutou mais seguidores.

Por Mohammed Mukhashaf

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below