March 24, 2016 / 12:09 PM / 2 years ago

TV estatal diz que forças sírias entraram em Palmyra em batalha contra Estado Islâmico

BEIRUTE (Reuters) - A televisão estatal síria afirmou que as forças do governo invadiram Palmyra nesta quinta-feira como parte dos esforços do Exército, com apoio de cobertura aérea russa, de recuperar a cidade histórica das mãos de insurgentes do Estado Islâmico.

Forças leais ao presidente sírio, Bashar al-Assad, durante avanço rumo à cidade histórica de Palmyra. 24/03/2016 REUTERS/Sana/Divulgação via Reuters

Um grupo de monitoramento disse que ainda estavam ocorrendo combates do lado de fora da cidade, depois de um avanço rápido no dia anterior que levou o Exército e seus aliados até as entradas da localidade.

O Exército sírio lançou no início deste mês uma ofensiva concentrada em retomar Palmyra, que os militantes islâmicos radicais conquistaram em maio de 2015 com o objetivo de abrir uma rota para a província oriental de Deir al-Zor, controlada principalmente pelo Estado Islâmico.

O canal de notícias estatal Ekhbariya transmitiu imagens dos arredores de Palmyra e disse que os combatentes do governo tinham assumido o controle de um bairro de hotéis no oeste. Um soldado entrevistado pelo Ikhbariya disse que o Exército e seus aliados vão avançar para além de Palmyra.

“Nós dizemos a esses homens armados, estamos avançando para Palmyra, e para o que está além de Palmyra, e se Deus quiser para Raqqa, o centro das gangues do Daesh”, disse ele, referindo-se à capital de facto do Estado Islâmico no norte da Síria.

A agência de notícias estatal Sana mostrou aviões de combate sobrevoando a região, helicópteros disparando mísseis e soldados e veículos blindados se aproximando da cidade.

Civis começaram a fugir depois que combatentes do Estado Islâmico avisaram através de alto-falantes para deixarem o centro da cidade à medida que a luta se aproximava, segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos. O Observatório monitora a guerra usando uma rede de fontes no terreno.

O Estado Islâmico explodiu templos e túmulos antigos desde a captura de Palmyra, no que a agência cultural da ONU, a Unesco, apontou como um crime de guerra. A cidade, localizada em uma encruzilhada no centro da Síria, está rodeada principalmente pelo deserto.

A captura de Palmyra e avanços mais ao leste em Deir al-Zor marcariam o ganho mais significativo do governo sírio contra o Estado Islâmico desde o início da intervenção militar da Rússia, em setembro, em apoio às forças do governo.

Reportagem de John Davison e Dominic Evans

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below