18 de Abril de 2016 / às 02:12 / em 2 anos

Câmara dos Deputados aprova abertura de processo de impeachment contra Dilma

Por Maria Carolina Marcello, Leonardo Goy e Lisandra Paraguassu

17/04/2016. REUTERS/Ueslei Marcelino

BRASÍLIA, 17 Abr (Reuters) - A Câmara dos Deputados aprovou neste domingo o pedido de abertura do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, tornando seu afastamento da Presidência praticamente irreversível.

Com a votação ainda em andamento, os deputados favoráveis ao impeachment já atingiram os 342 votos necessários para aprovação do impedimento de Dilma, acusada das chamadas pedaladas fiscais e de ter editado decretos orçamentários sem autorização do Congresso.

Agora, o pedido de abertura de processo de impeachment irá ao Senado, que poderá rejeitar e arquivar o caso ou autorizar a instalação do processo, cenário que implicaria no afastamento de Dilma do cargo por até 180 dias, período em que o vice-presidente Michel Temer (PMDB) assumiria a Presidência da República interinamente.

A avaliação geral é que, uma vez aprovado pela Câmara, é muito difícil que o governo consiga barrar a abertura do processo de impeachment no Senado.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below