20 de Maio de 2016 / às 11:14 / em um ano

Suspeito de ataques em Paris Abdeslam se recusa a falar em primeira audiência na França

Imagem de Salah Abdeslam distribuída pela polícia francesa no Twitter em 15 de novembro de 2015. REUTERS/Divulgação via Reuters

PARIS (Reuters) - O suspeito de envolvimento nos ataques do ano passado em Paris Salah Abdeslam se apresentou ao principal tribunal de Paris nesta sexta-feira para sua primeira audiência perante juízes franceses, mas se recusou a falar.

O advogado de Abdeslam disse no mês passado que o homem nascido na Bélgica com nacionalidade francesa iria falar na audiência, o que não se concretizou. A audiência foi breve, após se tornar claro que ele ficaria em silêncio.

“Desde o início ele deixou claro que iria exercer seu direito ao silêncio, se recusando a responder perguntas”, disse um porta-voz da procuradoria em mensagem à Reuters.

Investigadores acreditam que Abdeslam é o único sobrevivente do grupo de militantes islâmicos que matou 130 pessoas em uma série de ataques a tiros e bombas em 13 de novembro em Paris.

Transferido da Bélgica para Paris em 27 de abril, Abdeslam está preso em cela solitária em uma prisão de segurança máxima em Fleury-Merogis, região de Paris, com sua cela monitorada por circuito interno de TV.

Abdeslam, de 26 anos, era o fugitivo mais procurado da Europa até sua captura em Bruxelas em 18 de março, após quatro meses de buscas. Ele foi levado de helicóptero para Paris sob guarda armada.

Reportagem de Chine Labbe e Dominique Vidalon

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below