6 de Junho de 2016 / às 11:52 / um ano atrás

França promete ajuda a vítimas de enchentes

Enchente vista em Paris. 03/06/2016 REUTERS/Philippe Wojazer

PARIS (Reuters) - O governo da França vai desembolsar milhões de euros em fundos emergenciais para socorrer as pessoas mais atingidas pelas enchentes do mês de maio mais chuvoso em cem anos, anunciou o primeiro-ministro francês, Manuel Valls, nesta segunda-feira, quando o nível das águas começou a baixar lentamente em Paris.

Enfrentando greves nacionais contra reformas na lei trabalhista e índices de aprovação baixíssimos, o presidente francês, François Hollande, e seu governo já haviam prometido financiamento adicional para que autoridades locais lidem com as inundações, que deixaram quatro mortos.

“Precisamos continuar muito cautelosos e vigilantes. Irá levar tempo para as águas recuarem”, disse Valls após uma reunião de governo sobre as enchentes, que obrigaram milhares de pessoas a saírem de suas casas nos arredores de Paris, interromperam a circulação de trens e forçaram o museu do Louvre a transferir peças de depósitos subterrâneos.

Valls afirmou que dezenas de milhões de euros serão disponibilizados para as vítimas mais afetadas pelas inundações, mas não forneceu uma cifra precisa. Os prejuízos estão calculados em centenas de milhões de euros, segundo ele.

Espera-se mais ajuda a fazendeiros e proprietários de negócios.

O Louvre e o Museu D‘Orsay, dois dos mais famosos da capital francesa, informaram que ficarão fechados pelo menos até terça-feira.

Por Ingrid Melander e Jean-Baptiste Vey

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below