4 de Julho de 2016 / às 11:22 / em um ano

Candidata a premiê, Andrea Leadsom diz que negociação sobre saída da UE precisam ser breves

LONDRES (Reuters) - As negociações sobre a saída do Reino Unido da União Europeia precisam ser breves para evitar incertezas prolongadas, disse a candidata a primeira-ministra Andrea Leadsom nesta segunda-feira.

Candidata a primeira-ministra britânica Andrea Leadsom durante evento em Londres. 04/07/2016 REUTERS/Peter Nicholls

Andrea, uma das favoritas na corrida para suceder David Cameron, foi uma liderança importante na campanha para saída da UE. Suas posições diferem da favorita Theresa May, que apoiou a campanha pela permanência e acredita que o Artigo 50, que inicia processos formais de saída da UE, pode não ser invocado antes do ano que vem.

“Pretendo manter as negociações tão breves quanto possível”, disse a repórteres. “Nem nós, nem nossos amigos europeus, precisamos de incertezas prolongadas e nem tudo precisa ser negociado antes que o Artigo 50 seja acionado e o processo de saída esteja concluído.”

Reportagem de Elizabeth Piper

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below