19 de Julho de 2016 / às 13:12 / um ano atrás

Convenção republicana deve oficializar candidatura de Trump em dia dedicado à economia

CLEVELAND (Reuters) - Impulsionado por uma entrada digna de Las Vegas na Convenção Nacional Republicana, Donald Trump espera fortalecer a unidade partidária quando líderes do Congresso dos Estados Unidos subirem ao palco em um dia dedicado à economia norte-americana.

Provável candidato republicano à Presidência dos EUA, Donald Trump, na Convenção Nacional Republicana, em Cleveland. 18/07/2016 REUTERS/Mike Segar

Trump, cujo nome deve ser submetido formalmente à indicação presidencial do Partido Republicano nesta terça-feira, viu momentos de contraste no primeiro dia de sua convenção na segunda-feira.

Apoiadores do candidato confrontaram uma rebelião de delegados republicanos contrários a Trump, e no final sua esposa, Melania, fez um discurso impactante sobre seu marido com o sotaque de sua Eslovênia nativa.

“Vamos todos nos unir em uma campanha nacional como nenhuma outra”, disse ela, para deleite da plateia, depois que seu marido subiu ao palco para apresentá-la. O tema desta terça-feira é “Faça a América Voltar a Funcionar”.

Trump e suas ambições presidenciais devem receber nesta terça-feira a bênção do presidente da Câmara dos Deputados, Paul Ryan, e do líder da maioria no Senado, Mitch McConnell, que devem discursar, assim como seu filho, Donald Trump Jr., sua filha, Tiffany, e dois ex-rivais que o apóiam, o governador de Nova Jersey, Chris Christie, e o neurocirurgião aposentado Ben Carson.

Será a primeira grande aparição pública de Christie desde que Trump escolheu o governador de Indiana, Mike Pence, como seu vice de chapa ao invés de Christie, o que deixou este último profundamente decepcionado.

Tanto Ryan quanto McConnell precisam que Trump se saia bem na eleição de 8 de novembro para preservar as maiorias republicanas no Congresso. Eles também querem garantir a derrota de democrata Hillary Clinton, que lidera a maioria das pesquisas de opinião de voto no momento em que os norte-americanos avaliam uma disputa entre dois candidatos malquistos por muitos.

Os delegados presentes à convenção também devem ouvir oradores falarem sobre como Trump irá proporcionar um crescimento econômico maior ao país. O empresário de Nova York se vangloria de seu histórico no setor imobiliário e propôs algumas políticas comerciais protecionistas com o objetivo de evitar a transferência de empregos para o exterior.

Parte da meta da convenção é exibir Trump sob a melhor fachada possível, suavizando a imagem de um candidato cuja retórica anti-imigrantes vem pesando muito na visão que seus conterrâneos têm a seu respeito.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below