25 de Julho de 2016 / às 13:27 / em um ano

Verizon anuncia compra de negócios de internet do Yahoo por US$4,83 bi

(Reuters) - O grupo norte-americano de telecomunicações Verizon Communications anunciou nesta segunda-feira acordo para comprar os negócios principais de internet do Yahoo por 4,83 bilhões de dólares em dinheiro, encerrando um longo processo de venda da pioneira da Web.

Fotografia combinada dos logos do Yahoo e Verizon . REUTERS/File Photos

A compra dos ativos do Yahoo vai impulsionar os negócios de internet da AOL, comprada pela Verizon no ano passado por 4,4 bilhões de dólares. O acordo dará à empresa tecnologia de publicidade online do Yahoo bem como outros ativos como busca, email e messenger.

O acordo marca o fim do Yahoo como uma companhia operacional, deixando a empresa com uma participação de 15 por cento na gigante chinesa do comércio eletrônico Alibaba e fatia de 35,5 por cento no Yahoo Japan Corp.

“A venda de nossos ativos operacionais é um passo importante em nosso plano de destravar valor para o Yahoo”, disse a presidente-executiva do Yahoo, Marissa Mayer, em comunicado.

O Yahoo seguirá como uma companhia independente até que o acordo receba aprovação dos acionistas e dos órgão reguladores, disseram as empresas.

Em nota publicada no serviço Tumblr, Mayer afirmou que planeja continuar no Yahoo. Mas a executiva Marni Walden, da Verizon e futura responsável pela companhia combinada, afirmou a CNBC que uma nova equipe de liderança será indicada.

Os investimentos na Alibaba e no Yahoo Japan valem cerca de 40 bilhões de dólares, enquanto o Yahoo tinha um valor de mercado de cerca de 37,4 bilhões no fechamento dos mercados na sexta-feira.

O acordo para venda do Yahoo deve ser concluído no início de 2017.

Sob pressão do acionista ativista Starboard Value, o Yahoo lançou um leilão de seus ativos principais em fevereiro, depois de desistir de planos de se separar da participação na Alibaba.

A Verizon superou ofertas rivais feitas por AT&T e também por um grupo apoiado pelo bilionário Warren Buffett e empresas de investimentos.

Por Anya George Tharakan, em Bangalore, Índia

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below