27 de Agosto de 2016 / às 19:01 / um ano atrás

Cingapura confirma o primeiro caso de Zika vírus transmitido localmente

CINGAPURA (Reuters) - Cingapura confirmou seu primeiro caso de Zika vírus transmitido localmente, informou o Ministério da Saúde do país.

O vírus tem ligações com casos de microcefalia, um raro defeito congênito, em países como o Brasil, segundo o ministério.

A vítima, uma mulher malaia de 47 anos que trabalha na cidade Estado, foi diagnosticada com o vírus, mas estava “bem e se recuperando”.

Como ela não viajou recentemente para países afetados por epidemias do Zika, é provável que ela tenha sido infectada com o vírus em Cingapura, afirmou o ministério em nota.

Três outros casos foram identificados em testes preliminares feitos com amostras de urina, e outros exames ainda serão conduzidos. 

O Zika foi detectado no Brasil no ano passado e desde então se espalhou pelo continente americano. O vírus representa um risco a mulheres gestantes por poder causar sérios defeitos de formação. No Brasil, 1.600 casos de microcefalia foram atribuídos ao vírus.

O governo de Cingapura, um dos maiores centros financeiros do mundo, assim como um dos mais movimentos hubs de viagem, diz esperar mais casos do vírus transmitidos por mosquitos que causaram pânico e apreensão principalmente na América Latina e no Caribe.

Por Marius Zaharia

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below