10 de Setembro de 2016 / às 18:22 / em um ano

Cunha entra com outra ação no STF pedindo suspensão da votação de 2ª-feira, diz mídia

(Reuters) - O deputado suspenso Eduardo Cunha (PMDB-RJ) entrou na sexta-feira com mais uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo a suspensão da votação na Câmara dos Deputados que pode levar à cassação de seu mandato, marcada para a próxima segunda-feira, segundo reportagens da mídia neste sábado.

Cunha pede também que a cassação seja decidida na forma de um projeto de resolução e não de um parecer, como está previsto. Um projeto de resolução permite emendas, o que poderia levar à proposição de uma pena mais branda ao peemedebista que não a perda do mandato.

A ação inclui um pedido de decisão liminar, que pode ser concedida de forma mais célere pelo ministro Edson Fachin, sorteado como relator do caso.

Na última quinta-feira, o STF negou pedido de Cunha para suspender o processo que pode levar à perda de seu mandato.

O parecer pela cassação de Cunha afirma que o ex-presidente da Câmara mentiu à CPI da Petrobras ao negar que tivesse contas bancárias no exterior.

Na ocasião, ele disse ter apenas as contas declaradas em seu imposto de renda. Documentos dos Ministérios Públicos do Brasil e da Suíça apontaram posteriormente a existência de contas no país europeu que tinham Cunha e familiares dele como beneficiários.

Cunha, que também responde a duas ações penais no STF, nega ter mentido e afirma ser beneficiário de um truste na Suíça.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below