20 de Maio de 2017 / às 20:09 / em 5 meses

Rebeldes sírios começam a deixar último reduto em Homs, na Síria

HOMS/BEIRUTE (Reuters) - Rebeldes sírios começaram neste sábado a deixar o último distrito da cidade de Homs controlado pela oposição, na fase final de um acordo de evacuação que permitirá ao governo retomar um antigo epicentro do conflito que já dura sete anos.

Os combatentes levaram consigo suas armas leves, conforme acordado, e embarcaram em um ônibus junto com mulheres e crianças. Muitos se dirigiam para a província insurgente de Idlib, no noroeste da Síria, ou para a cidade de Jarablus, na fronteira com a Turquia.

Pelo menos quatro ônibus haviam saído de Al-Waer no meio da tarde, e muitos outros devem seguir para levar mais de 2.500 pessoas para fora do distrito que há muito tempo está sitiado pelas forças governamentais e seus aliados na guerra civil do país.

A evacuação de al-Waer é uma das maiores dessa natureza. Ela se segue a uma série de acordos semelhantes nos últimos meses que têm trazido muitas partes da Síria ocidental, tomadas pela oposição e sitiadas pelas forças aliadas, de volta ao controle do presidente Bashar al-Assad.

Reportagem da equipe da Reuters em Homs e de John Davison

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below