15 de Agosto de 2017 / às 21:34 / em 2 meses

Trump culpa grupos de direita e esquerda por confrontos na Virgínia

NOVA YORK (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta terça-feira que ambos os lados foram culpados pelos confrontos na Virgínia durante o fim de semana, acrescentando que os manifestantes de esquerda atacaram violentamente os nacionalistas brancos que participavam de um protesto.

Trump fala na Trump Tower em Nova York 15/8/2017 REUTERS/Kevin Lamarque

Trump foi fortemente criticado por seus comentários iniciais culpando “muitos lados” pela violência em Charlottesville, mas na segunda-feira condenou explicitamente os representantes neonazistas.

“Eles foram uns contra os outros ... era uma coisa horrível de assistir”, disse Trump a jornalistas em resposta a perguntas no lobby da Trump Tower, antes de acrescentar que os manifestantes de esquerda “atacaram violentamente o outro grupo”.

O presidente insistiu que nem todos os fatos são conhecidos após a manifestação de grupos de extrema-direita que se tornou violenta na Virgínia.

Trump vem enfrentando uma avalanche de críticas de democratas e de membros de seu próprio Partido Republicano devido à sua resposta inicial aos episódios de violência de sábado em torno da manifestação em Charlottesville.

O problema surgiu depois que centenas de nacionalistas brancos convergiram em Charlottesville para protestar contra planos de remover uma estátua do general Robert E. Lee, comandante do Exército confederado pró-escravidão na Guerra Civil dos EUA.

As brigas de rua explodiram quando os nacionalistas brancos encontraram com manifestantes contra o racismo. Um carro foi lançado contra o grupo antirracismo, matando uma mulher e ferindo outras 19 pessoas.

Na terça-feira, Trump explicou sua resposta inicial restrita dizendo: “a declaração que fiz no sábado, a primeira afirmação, foi uma boa declaração, mas...demora um pouco para obter os fatos”.

Mais cedo, o presidente criticou os líderes empresariais que renunciaram a um conselho consultivo presidencial em protesto à sua reação, chamando-os de “exibidos”.

Três líderes empresariais abandonaram um conselho de Trump na segunda-feira, e nesta terça-feira Scott Paul, presidente da Aliança Americana de Manufaturas, disse no Twitter que também estava renunciando à iniciativa “porque é a coisa certa para eu fazer”.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below