17 de Agosto de 2017 / às 15:31 / em 2 meses

Messi e Cristiano Ronaldo voltam a duelar por prêmio de melhor do mundo; Neymar também concorre

LONDRES (Reuters) - Cristiano Ronaldo e Lionel Messi foram mais uma vez indicados ao prêmio de Melhor Jogador da Fifa, cujos concorrentes foram anunciados nesta quinta-feira, tendo também Neymar e Marcelo entre os nomeados.

Jogador do Barcelona, Lionel Messi, e Cristiano Ronaldo, do Real Madrid 02/04/2016 REUTERS/Albert Gea

O técnico da seleção brasileira, Tite, que comandou uma arrancada da equipe nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, foi indicado ao prêmio de melhor treinador e terá como um dos concorrentes Zinedine Zidane, que comandou uma temporada histórica do Real Madrid.

Messi e Ronaldo, que vêm dominando os prêmios de melhor jogador do mundo há uma década, são mais uma vez os favoritos entre os 24 nomes da lista de indicados.

Ronaldo teve mais uma temporada marcante e ajudou o Real Madrid a conquistar a dobradinha do Campeonato Espanhol e da Liga dos Campeões, enquanto Messi foi o artilheiro da Liga Espanhola e superou a marca de 500 gols pelo Barcelona.

Entre as mulheres, a norte-americana Carli Lloyd, campeã mundial e bicampeã olímpica, voltou à lista das 10 melhores competindo pelo troféu de Melhor Jogadora da Fifa após levar o prêmio no ano passado.

Os ganhador do prêmio são eleitos por técnicos e capitães nacionais, membros selecionados da mídia e torcedores, e os vencedores serão anunciados em uma cerimônia em Londres no dia 23 de outubro.

Veja a lista de indicados:

JOGADORES: Pierre Aubameyang (Gabão, Borussia Dortmund), Leonardo Bonucci (Itália, Milan), Gianluigi Buffon (Itália, Juventus), Daniel Carvajal (Espanha, Real Madrid), Paulo Dybala (Argentina, Juventus), Antoine Griezmann (França, Atlético de Madri), Eden Hazard (Bélgica, Chelsea), Zlatan Ibrahimovic (Suécia, Manchester United), Andres Iniesta (Espanha, Barcelona), Harry Kane (Inglaterra, Tottenham Hotspur), N‘Golo Kante (França, Chelsea), Toni Kroos (Alemanha, Real Madrid), Robert Lewandowski (Polônia, Bayern de Munique), Marcelo (Brasil, Real Madrid), Lionel Messi (Argentina, Barcelona), Luka Modric (Croácia, Real Madrid), Keylor Navas (Costa Rica, Real Madrid), Manuel Neuer (Alemanha, Bayern de Munique), Neymar (Brasil, Paris St Germain), Sergio Ramos (Espanha, Real Madrid), Cristiano Ronaldo (Portugal, Real Madrid), Alexis Sánchez (Chile, Arsenal), Luis Suárez (Uruguai, Barcelona), Arturo Vidal (Chile, Bayern de Munique)

TÉCNICOS: Massimiliano Allegri (Itália, Juventus), Carlo Ancelotti (Itália, Bayern de Munique), Antonio Conte (Itália, Chelsea), Luis Enrique (Espanha, Barcelona), Pep Guardiola (Espanha, Manchester City), Leonardo Jardim (Portugal, Monaco), Joachim Loew (Alemanha, seleção alemã), José Mourinho (Portugal, Manchester United), Mauricio Pochettino (Argentina, Tottenham Hotspur), Diego Simeone (Argentina, Atlético de Madri), Tite (Brasil, seleção brasileira), Zinedine Zidane (França, Real Madrid)

Por Ian Chadband

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below