28 de Agosto de 2017 / às 22:53 / em 2 meses

Tempestade Harvey castiga Houston; sete pessoas morrem e milhares deixam casas

HOUSTON (Reuters) - A histórica enchente decorrente da tempestade tropical Harvey matou ao menos sete pessoas no Texas e deve retirar 30 mil pessoas de suas casas, e autoridades alertaram nesta segunda-feira que inundações devem provavelmente aumentar nos próximos dias, conforme a tempestade paira sobre a Costa do Golfo dos Estados Unidos.

Homem ajuda menino durante tempestade Harvey em Houston 28/8/2017 REUTERS/Adrees Latif

Milhares de integrantes da Guarda Nacional, policiais, membros de equipes de resgate e civis trabalharam em helicópteros, barcos e caminhões adaptados para resgatar centenas de pessoas possivelmente presas em Houston, quarta maior cidade do país, durante uma breve pausa na tempestade.

O Harvey se tornou o furacão mais poderoso a chegar ao Texas em mais de 50 anos quando atingiu solo na sexta-feira próximo a Corpus Christi, a cerca de 354 quilômetros ao sul de Houston.

Famílias atordoadas checavam os destroços de suas casas destruídas ao longo da costa e ruas que não inundaram foram entupidas por destroços.

O furacão pode ter matado ao menos seis pessoas no condado de Harris, onde Houston está localizada, de acordo com Tricia Bentley, uma porta-voz do escritório do legista do condado. Uma mulher de 60 anos morreu no vizinho condado de Montgomery quando uma árvore caiu em seu trailer dormitório enquanto ela dormia, informou o médico legista local no Twitter. Mais mortes são suspeitas em condados vizinhos.

O governador do Texas, Greg Abbott, alertou moradores de Houston para se prepararem para um longo período de interrupções.

“Nós precisamos reconhecer que será um novo e diferente normal para esta região inteira”, disse Abbott a repórteres após visitar a prejudicada cidade costeira de Corpus Christi.

O Harvey deve continuar sobre a Costa do Golfo do Texas pelos próximos dias, despejando outros 25 a 51 centímetros de chuva, com ameaças de enchentes se estendendo até o Estado vizinho de Louisiana.

Em cenas parecidas com as consequências do furacão Katrina, em 2005 em Nova Orleans, equipes da polícia e Guarda Costeira resgataram ao menos 2 mil pessoas até o momento, tirando muitas de telhados com helicópteros, à medida que pediam para que centenas de pessoas possivelmente presas em casas alagadas pendurassem toalhas ou cobertores do lado de fora, para alertar equipes de resgate.

O centro do Harvey estava a 137 quilômetros ao sul-sudoeste de Houston na tarde desta segunda-feira e previsto para arquear lentamente em direção à cidade até quarta-feira, com as piores enchentes esperadas para quarta-feira e quinta-feira.

Escolas e prédios comerciais foram fechados nesta segunda-feira na área metropolitana, lar de 6,8 milhões de pessoas, à medida que água na altura do peito encheu alguns bairros na parte baixa da cidade.

Diversas refinarias fecharam operações no centro petroquímico e de refinarias do país.

O Corpo de Engenheiros do Exército dos EUA informou nesta segunda-feira estar liberando água das reservas de Addicks e Barker para Buffalo Bayour, a fonte de água primária correndo por Houston. Autoridades alertaram que isto levaria a mais inundações.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below