30 de Agosto de 2017 / às 00:00 / em 2 meses

Meirelles quer ser candidato a presidente, mas chances dependem de reação da economia, diz fonte

BRASÍLIA (Reuters) - Cotado para ser candidato à Presidência em 2018 desde que assumiu o cargo de ministro da Fazenda, Henrique Meirelles quer se candidatar e teria o apoio de seu partido, o PSD, mas sabe que só terá chances reais com uma melhora respeitável da economia, disse à Reuters uma fonte próxima ao ministro.

Meirelles durante reunião em Brasília 31/7/2017 REUTERS/Adriano Machado

O nome de Meirelles surge como alternativa para a Presidência desde sua nomeação como ministro pelo presidente Michel Temer. Até mesmo em especulações sobre um possível afastamento do presidente, envolvido em denúncias apresentadas pela Procuradoria-Geral da República, o ministro aparecia como uma das hipóteses em uma eleição indireta.

Meirelles, no entanto, nunca falou publicamente sobre o assunto. Nas vezes em que foi questionado diretamente, evitou responder.

De acordo com a fonte, no entanto, o ministro tem todo o interesse em ser sim candidato.

“Mas ele sabe que tudo depende da economia, Se tivermos resultados significativos ele é um forte candidato”, disse. “Como um Fernando Henrique foi para Itamar.”

Nos últimos meses, o ministro fez alguns movimentos considerados mais políticos, como a participação em dois encontros com pastores evangélicos e até a criação de uma conta na rede de microblogs Twitter, administrada por sua assessoria, onde costuma comentar os resultados positivos da economia.

Na última segunda-feira, o ministro foi escalado para uma entrevista ao final de reunião ministerial chamada por Temer, onde apresentou róseas perspectivas para a economia. Se os dados apresentados por Meirelles se confirmarem, o país poderá entrar em 2018 com um ritmo de crescimento de até 3 por cento, o que poderia ajudar as chances de uma candidatura Meirelles.

De acordo com a fonte, seu partido é entusiasta da ideia de colocar Meirelles na cédula em 2018. “Certamente o PSD estaria 100 por cento em apoio a essa ideia”, disse.

Ainda há muitas variáveis na possibilidade para o PSD considerar alianças, mas sabe-se que o PSDB, partido ao qual Meirelles foi filiado, não quer a candidatura do ministro. A disputa velada interna do partido --entre o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o prefeito de São Paulo, João Doria-- já dificulta a escolha de um candidato próprio.

O PMDB seria uma hipótese --uma das promessas do presidente para conquistar Meirelles para seu ministério foi a possibilidade de uma candidatura à Presidência com aval do partido-- mas tudo dependerá de como Temer passar pelos próximos meses de governo.

“É muito cedo para discutir isso ainda, tem muita coisa para acontecer”, disse a fonte.

Procurado pela Reuters, Meirelles disse que seu foco agora está apenas no trabalho no ministério.

“No momento, eu estou totalmente concentrado no meu trabalho como ministro da Fazenda. O importante hoje é que o Brasil volte a crescer e a gerar empregos. Isto é o que interessa aos brasileiros e esta é a minha responsabilidade. Não fico pensando em hipóteses”, disse o ministro por meio de sua assessoria.

O ministro da Fazenda já ensaiou candidaturas a cargos públicos mais de uma vez. Em 2002, foi eleito deputado federal por Goiás pelo PSDB, mas deixou o mandato e o partido para ser presidente do Banco Central nos dois governos de Luiz Inácio Lula da Silva.

Em 2009 filiou-se ao PMDB, na esperança de ser candidato ao governo de Goiás, mas foi preterido quando o partido preferiu Íris Rezende. Outra possibilidade era compor a chapa como candidato a vice da petista Dilma Rousseff, mas a vaga ficou com Temer, que era o presidente do PMDB.

Em 2011, mudou para o PSD no limite da janela eleitoral para as eleições municipais de 2012 e mudou o domicílio eleitoral para São Paulo, mas terminou por não ser candidato a nenhum cargo eletivo.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below